Como desenvolver nossos talentos e habilidades de forma estratégica

Uma das coisas que Daniel Coyle, autor do livro O Código do Talendo, afirma é que todos temos talentos, mas não sabemos como desenvolvê-los ao máximo.

Este artigo foi escrito após realizar a leitura do livro O Segredo do Talento, também escrito por Daniel Coyle. Aqui compartilho um pouco sobre a leitura e algumas das 52 estratégias para desenvolver nossas habilidades.

O que você vai encontrar neste artigo

  1. O que são os talentos
  2. Como reconhecer nossos talentos
  3. Qual a importância de desenvolvermos nossos talentos
  4. As três etapas de desenvolvimento
  5. Seis estratégias para desenvolver os seus talentos
  6. Conclusão

O que são os talentos

Para compreender o que são os talentos precisamos compreender as semelhanças e diferenças com a definição de habilidade. O talento é definido como um dom, aptidão ou habilidade natural inata, acima da média, algo que fazemos intuitiva e naturalmente, muitas vezes sem conhecimento e treinamento prévio. A habilidade é definida como sendo a nossa capacidade de realizar algo.

Todos nós somos capazes de desenvolver várias habilidades, mas são as habilidades realizadas naturalmente que consideramos como sendo um talento. E todos nós somos talentosos em algo.

Como reconhecer nossos talentos

O primeiro passo é reconhecer que você é talentoso em algo, talvez isso não seja claro porque vivemos nos comparando com outras pessoas e acreditando que para sermos talentosos precisamos desenvolver habilidades que outros desenvolvem. Esse pensamento nos leva na contra mão do desenvolvimento dos nossos talentos.

Como disse antes, talentos são habilidades que realizamos naturalmente, então os seus talentos muitas vezes são coisas que você faz com frequência, facilidade e tão bem que as pessoas te pedem ajuda sobre essas tarefas. São ações que as outras pessoas valorizam em nós, mas muitas vezes não consideramos um talento pela facilidade como as realizamos.

O segundo passo é fazer uma lista com todas as habilidades que realizamos com facilidade, prazer e que costumamos ser chamados por outras pessoas para ajudá-las.

“Para se ter talento é necessário estarmos convencidos de que o temos.”
Gustave Flaubert

Qual a importância de desenvolvermos nossos talentos

Acredito que tudo o que temos e as situações que passamos têm um propósito, com os nossos talentos não é diferente. Se temos facilidade em realizar habilidades específicas é porque através do desenvolvimento e aprimoramento dessas habilidades podemos evoluir individualmente e colaborar beneficamente para o mundo em que vivemos.

O desenvolvimento dos nossos talentos é importante para nosso crescimento pessoal e para colaborarmos com a evolução coletiva.

As três etapas de desenvolvimento

No livro O Segredo do Talento, Daniel Coyle divide as estratégias para desenvolvimento de habilidades em três etapas, sendo elas:

1. Primeiros passos

São estratégias de observação e fixação de técnicas. Aqui o objetivo é observar pessoas que desenvolvem as habilidades que queremos desenvolver e através da observação atenta absorver seus métodos, movimentos, postura, características que nos ajudem a assimilar e aperfeiçoar as habilidades que queremos.

2. Desenvolvimento das habilidades

A seção anterior era a preparação, nessa temos estratégias para as práticas, para entrar em ação.

3. Progresso contínuo

Nessa etapa o objetivo é aprofundar no desenvolvimento das habilidades, elevar o nível dos treinos.

“Talento é 1% inspiração e 99% transpiração.”
Thomas Edison

Seis estratégias para desenvolver os seus talentos

Agora compartilho com você seis das cinquenta e duas estratégias contidas no livro, mas acredito que escolher apenas uma estratégias de cada etapa já nos ajuda a desenvolver e aprimorar nossos talentos.

Dica 1: Olhe todos os dias para suas imagens motivadoras

Todos temos pessoas que nos inspiram a ser melhor, é importante que tenhamos pessoas que são muito boas nas habilidades que queremos desenvolver como referências. Assista a vídeos, palestras com suas referências. Observe essas imagens e sinta-se realizando essa habilidade. A visualização nos ajuda aumentar a motivação para treinar nossas habilidades.

Dica 8: Para desenvolver habilidades de alta precisão, trabalhe como um carpinteiro meticuloso

Existem habilidades que exigem de nós atenção aos mínimo detalhes. Para conseguir desenvolver essas habilidades com menos dificuldade precisamos primeiro observar como alguém que já as domina executa as ações. Como o melhor batedor de faltas posiciona o pé ao bater na bola? O segredo para o desenvolvimento das habilidades de precisão é a máxima atenção nos detalhes de execução.

Dica 14: Abandone o relógio

Mais importante do que medir o tempo de prática é mediar a quantidade de repetições. Quanto mais repetimos uma ação mais forte ficam as conexões cerebrais associadas a essa prática. Substitua o tempo pela quantidade de repetições diárias dos exercícios de desenvolvimento da habilidade escolhida.

Dica 15: Divida as tarefas em blocos

Criar pequenos blocos de atividades nos ajudam a aprender melhor e com mais consistência. Desde a infância é assim, primeiro aprendemos as letras, depois as palavras para então formularmos frases. Dissolva as habilidades que quer desenvolver em blocos menores e comece a dominar essa habilidade aos poucos. O autor indica fazermos duas perguntas nesse processo:

  1. Qual é o menor elemento que eu posso dominar desta habilidade?
  2. Que outros blocos se relacionam com esse primeiro?

Dica 43: Adote a repetição

A repetição é nossa aliada na aprendizagem e desenvolvimento de qualquer habilidade. Repetir nos ajuda a fortalecer as conexões produzidas no cérebro, nos ajudando a fixar os exercícios.

Dica 47: Para reforçar o aprendizado, ensine

Quando compartilhamos o que aprendemos estamos reforçando o conteúdo em nosso cérebro, através da repetição e reforçando as conexões cerebrais ligadas ao que ensinamos. Escrever este artigo me ajuda a fixar o que aprendi com a leitura do livro.

Conclusão

Como disse mais acima, acredito que todos nós somos talentosos e temos muito o que desenvolver e colaborar para melhoria do mundo em que vivemos. Independente de qual sejam os seus talentos, desenvolva-os, escolha uma das estratégias compartilhadas neste artigo e coloque em prática, comece aos poucos, como uma criança aprendendo a engatinhar e depois andar, a balbuciar e depois falar. Vá devagar, com paciência, mas vá! O mundo precisa que você faça o que você sabe fazer do jeito que só você faz.

Até o próximo!

Sem comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *